Sobre nós

A Orbis – International Relations Studies Association é composta por jovens com interesse ou que frequentam a área de estudo das Relações Internacionais.

 

Perante a inexistência de uma diversidade de think tanks portugueses direcionados para as Relações Internacionais, nasce a Orbis com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento académico, com meios pedagógicos nesta abrangente área de estudos. Dirigimo-nos diretamente aos jovens, procurando despertar o seu interesse e fazendo-lhes chegar a informação necessária para complementar os seus conhecimentos. Consideramos essencial a promoção de mecanismos que despertem o interesse da geração que virá nos assuntos que podem mudar o mundo.

 

Abstemo-nos de práticas discriminatórias e privilegiamos os princípios da tolerância, da liberdade e da igualdade. Favorecemos, na produção da nossa informação, os métodos científicos e pedagógicos mais adequados à área das Relações Internacionais, salvaguardando sempre a ética na divulgação do conhecimento.

 

Para fazer parte deste projeto é necessário ter idade compreendida entre os 18 e os 30 anos, sendo possível parcerias externas com outras organizações/associações ou investigadores da área. A outra condição é ser interessado, querer aprender mais e contribuir com as suas ideias para o desenvolvimento do interesse dos jovens em Relações Internacionais.

Orbis.

Missão

Disponibilizar aos jovens a oportunidade de se conectarem ao mundo das RI.

Contribuir académica e pedagogicamente para o desenvolvimento desta área de estudos.

Visão

Na Orbis valorizamos as ideias dos jovens, considerando-as uma mais valia para o conhecimento.

Palavras-chave

O nosso contributo

O nosso projeto conta com três rúbricas: RI 101, 30 por 1 linha e videoteca. 

A primeira é uma base de dados onde os nossos associados partilham recomendações de bibliografia interessante ou essencial. 

A segunda pretende conceder a oportunidade de partilhar opinião sobre um determinado tema, permitindo a sua publicação online. Cada afirmação e trabalho é da responsabilidade do autor do texto. Não obstante, o conteúdo deve ser congruente com os estatutos e regulamentos da Orbis, bem como deve respeitar as leis portuguesas.

A terceira é uma biblioteca de vídeos, onde poderão encontrar algumas das nossas atividades, entrevistas e webinares.